Tresminas :: Território Mineiro do Ouro Romano
Centro Interpretativo
Este centro interpretativo pretende dar a conhecer todo o processo de exploração em larga escala do ouro de Tresminas, iniciado há cerca de 2.000 anos pelos Romanos, transformando Tresminas numa das mais extensas minas romanas em território atualmente português e uma das mais importantes em todo o Império Romano.
Em Tresminas, e durante os séculos I e II da nossa era, assistiu-se a uma intensa atividade mineira culminando na abertura de imponentes crateras de exploração a céu aberto (cortas), trincheiras, poços ou galerias subterrâneas que serviam para extrair todo o material mineralizado. Terão sido extraídas e esmagadas quase 10 milhões de toneladas de rocha, culminando na obtenção de cerca de 25 toneladas de ouro que abasteceria as oficinas monetárias do estado romano para cunhagem de moedas de ouro.
É todo este conjunto de infraestruturas mineiras e hidráulicas que faz de Tresminas a área mineira mais complexa e melhor preservada em território atualmente português, classificada desde 1997 como Imóvel de Interesse Público.
O Centro Interpretativo acolhe 3 núcleos, um dedicado à mineração, outro dedicado à história de Tresminas e um terceiro que versa sobre a biodiversidade. É ainda possível visitar os trilhos dos Miradouros, o da Corta da Ribeirinha e o da Galeria do Pilar.
Prémios :: Awards
Prémio Melhor Informação Turística APOM 2016 – Associação Portuguesa de Museologia
Promotor
Município de Vila Pouca de Aguiar
Museografia, execução e montagem
ArqueoHoje, Ldª
Coordenação e gestão
Luís Filipe C. Gomes e Joaquim Garcia (ArqueoHoje, Ldª)

Discurso expositivo e consultoria científica
Pedro C. Carvalho e Javier Sánchez-Palencia
Investigação histórica e produção de conteúdos
Javier Sánchez-Palencia e Pedro C. Carvalho
Design expositivo, Design de Comunicação e Sinalética
Daniela Michelli López + Luís Marques Ferreira (Pitanga Design)
Discurso expositivo e produção de conteúdos na componente Biodiversidade
Nuno Farinha
Projeto de iluminação cenográfica
Pedro Forca (Lighter, Ldª)
Multimédia e audiovisuais
Evoke It
Som e imagem/audiovisuais
Diogo Vilhena e Rui Pedro Lamy
Ilustração
Nuno Farinha, Ana Bigio (desenhos a traço/P&B), John Keulemans, Emil Doerstling, William H Gibson, Archibald Thorburn & Walther Müller (ilustração antiga / coleção particular de Nuno Farinha)
Fotografia
Nuno Farinha e Javier Sánchez-Palencia
Produção de mobiliário e cenografia expositiva
Móveis Carpintaria Alívio, Ldª
ESAG - Estúdio de Artes Gráficas
Produção de réplicas
Manuel Gaspar - Maquetes, Ldª
Passado Vivo Portugal (peças em madeira)

You may also like

Back to Top